Histórico

Referência no tratamento de diversas patologias de alta complexidade o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF/UFRJ), além de realizar procedimentos inéditos e estudos pioneiros em parceria com entidades nacionais e internacionais, é um centro de excelência em ensino, pesquisa e extensão. Braço assistencial da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o HUCFF é vinculado ao Ministério da Educação e ao Sistema Único de Saúde (SUS) e atende, somente, a partir do encaminhamento realizado através da Central de Regulação.
O agendamento é feito antecipadamente nos postos de saúde.
 

Diretores do HUCFF


Eduardo Jorge Bastos Côrtes - Atual Diretor - 2014 -.
José Marcus Raso Euálio - Diretor do HUCFF 2009 - 2013.
Alexandre Pinto Cardoso - Diretor do HUCFF 2006 - 2009.
Silvio Martins - Diretor por 6 meses, era vice do Amâncio Paulino.
Amâncio Paulino - Diretor do HUCFF 1998 - 2005.
José Ananias- Diretor do HUCFF 1989 - 1997.
Antônio Jazbick - Diretor do HUCFF 1986 - 1989.
Clementino Fraga Filho - presidente da Comissão de Implantação do HUCFF, de 1974 a 1978. Diretor Geral do HUCFF 1978 a 1985.

A implantação do Hospital Universitário da UFRJ


"A vida de uma instituição depende de muitas vidas que a ela se dedica"
Professor Clementino Fraga Filho

Sonho acalentado durante anos por professores e estudantes da Faculdade de Medicina da UFRJ, o Hospital Universitário tinha inicialmente um projeto grandioso. A previsão era de que a unidade ocupasse uma área construí­da de 220.000 m², o dobro da atual. Foram muitos os planos e locais escolhidos para sediar o novo hospital e, até a sua inauguração, em março de 1978, a obra foi paralisada diversas vezes devido às mudanças de governo e problemas na liberação de recursos.
Em 1970, após a decisão de se reduzir a área de funcionamento, os trabalhos recomeçaram e a unidade foi inaugurada. Presidente da comissão de implantação e primeiro diretor do Hospital Universitário, o professor Clementino Fraga Filho foi homenageado ao ter seu nome escolhido para identificar a nova unidade, registrando na memória todo o seu esforço para tornar o sonho uma realidade.
Localizado em um prédio de 110.000 m² na Ilha do Fundão, Rio de Janeiro, com 250 leitos ativos - com possibilidade de 450 - em todas as especialidades médicas, o HUCFF conta com um efetivo de mais de 3000 profissionais entre professores, enfermeiros, médicos e administrativos e há 35 anos funciona como um importante laboratório para a formação de especialistas através de sua residência médica, uma das mais disputadas do paí­s.
Com o projeto do HU definido, por equipe chefiada pelo arquiteto Jorge Moreira, a obra foi iniciada, em setembro de 1950, prolongando-se no ritmo incerto de recursos, até 1955, quando foi interrompida. Projetado para 1. 800 leitos, construi-se uma imensa estrutura de 220.000 metros quadrados. Esta construção arrastou-se por duas décadas.
Em 1967, o Reitor Raimundo Moniz Aragão designou a Comissão dentre os integrantes: Clementino Fraga Filho (foto ao lado), historico01na época vice Reitor, Carlos Cruz Lima (Decano do Centro de Ciências da Saúde), José Lemos Lopes (Diretor da Faculdade de Medicina), J. Lopes Pontes, Mariano de Andrade e Amaral de Osório (sub-reitor do Desenvolvimento) para reexaminar o projeto do Hospital. Nesse mesmo ano alunos da Faculdade de Medicina participaram do movimento pela retomada das obras.
Em 1970, no reitorado de Djacir Menezes, a Comissão de Implantação resolveu que o Hospital ocuparia apenas 110.00 metros quadrados, isto é, metade da área total da estrutura. O reinício das obras do Hospital data de 22 de janeiro de 1971 sendo que ao findar o ano de 1972, por circunstâncias várias, fluxos de recursos, a obra do Hospital Universitário entrou em ritmo lento, chegando em pouco tempo à paralisação.
A retomada da obra porém, deu-se no reitorado do professor Hélio Fraga. Assim que assumiu a Reitoria em setembro de 1973, resolveu reorganizar a Comissão em 25 de junho de 1974, limitando-se somente a IMPLANTAÇÃO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO. Comissão inicialmente composta por: Clementino Fraga Filho , Presidente; J.P Lopes Pontes e Mariano de Andrade (Faculdade de Odontologia) Ernani Braga (assessor de saúde da Diretoria da Faculdade de Medicina).
Em novembro de 1974, o Conselho de Desenvolvimento social, aprovou a concessão da verba inicial para a retomada do projeto, no valor de 80 milhões e 500 mil cruzeiros. O reinício das obras ficou assim condicionado à liberação dos recursos, ocorrendo em 1975. Todo esse período decorreu sob o Governo Geisel, sendo o Ministro da Educação o Senador Ney Braga.
A implantação do HUCFF se fez em um momento político muito difícil. Sob o regime ditatorial, em meio a contestações e protestos estudantis, não eram fáceis os canais de comunicação com o governo. Muitos consideravam o empreendimento fora da realidade. Felizmente no primeiro dia de março de 1978 sob o governo do Presidente Ernesto Geisel sendo o Ministro do Estado da Educação e Cultura o Senador Ney Braga e no reitorado de Luis Renato Caldas (foto ao lado) e Presidente da Comissão de Implantação o Clementino Fraga Filho foi inaugurado o Hospital Universitário. 

 

 

 

Fotos

Vista aérea do Conjunto de Ciências e Saúde à época de Implantação
Cerimônia de inauguração do HUCFF com a presença do Presidente Ernesto Geisel
Presença do Reitor; Diretor e do Presidente do INAMPS

Centro de excelência em assistência, ensino e pesquisa

 

 

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.