O que faz um terapeuta ocupacional?

TO HUCFF divulgação  2No mês em que se comemora o Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional preparamos uma série de matérias que vão abordar a rotina destes profissionais no ambiente de CTI, enfermarias e ambulatórios do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF/UFRJ).

Comemorada em 13 de Outubro a data representa, desde 2015, a regulamentação do decreto-lei que regulamenta a atividade dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais no Brasil.

Profissional com atuação essencial em nossa sociedade, o Terapeuta Ocupacional compreende a Atividade Humana como um processo criativo, criador, lúdico, expressivo, evolutivo, produtivo e de automanutenção e o homem, como um ser práxico interferindo no cotidiano do usuário comprometido em suas funções práticas objetivando alcançar uma melhor qualidade de vida.

No HUCFF, o serviço de Terapia Ocupacional oferece assistência em CTI, enfermarias, no processo de desospitalização e no ambulatório. Destaca-se que os atendimentos do ambulatório acontecem no Laboratório de Atividades de Vida Diária, que reproduz as dependências de uma casa (foto), a fim de facilitar o processo de avaliação e reabilitação.

A Terapeuta Ocupacional Janaína Nascimento, coordenadora da área de Terapia Ocupacional da Residência Multiprofissional do HUCFF, aborda o tema: Como o TO pode ser decisivo no processo de cuidado?

TO HUCFF divulgação  1"Diante do adoecimento e da hospitalização, que exigem do paciente e de sua família uma ruptura abrupta de suas atividades cotidianas e da rotina, o terapeuta ocupacional, como membro da equipe de saúde, pode ser decisivo nesse cuidado.
A Terapia Ocupacional tem uma infinidade de possibilidades de atuação e de recursos que são voltadas para as ocupações. As ocupações são todas as atividades realizadas no dia a dia para atender tanto às nossas necessidades como àquelas em seu mundo social, incluindo o cuidado com o próprio corpo, lazer, participação social, educação, trabalho, dentre outras.
Você já pensou em todas as atividades que desempenha no seu dia a dia? Em como elas são realizadas? Quais são as habilidades necessárias para você desempenhar suas atividades? Em como seria se você não pudesse mais exercer essas atividades de forma independente?
Como essas atividades são feitas, muitas vezes, automaticamente, não refletimos sobre a sua complexidade e todos os aspectos envolvidos. Se examinarmos a nossa rotina pela manhã, por exemplo, veremos que já cumprimos uma infinidade de atividades. Dentre elas, levantar-se da cama, escovar os dentes, vestir-se e despir-se, tomar banho, se alimentar, andar, usar o vaso sanitário e realizar a higiene íntima.
Importante chamar a atenção para o fato de que, por mais que todos precisem desempenhar essas atividades, cada pessoa as desempenha de maneira diferente, o que torna cada indivíduo único nesse processo do fazer.
Você começa seu dia tomando banho? Ou você prefere tomar banho à noite? Você gosta de água quente ou de água fria? Você usou um pente ou escova para pentear seu cabelo? Você ouviu uma música ou optou pelo silêncio?
Quando esse “fazer” e essa “rotina singular” estão ameaçados e/ou são interrompidos, temporariamente ou permanentemente, o terapeuta ocupacional se torna decisivo no processo do cuidado. Esse profissional trabalha com pessoas de todas as idades e são especialistas no apoio àqueles que têm dificuldades para cumprir as atividades (ocupações), exercitar os hábitos e as funções do dia a dia, em virtude de uma deficiência, uma doença, um problema de longa duração ou envelhecimento.  
Diante dessas dificuldades, o terapeuta ocupacional pode auxiliar no estabelecimento e na recuperação, quando possível, das habilidades necessárias (motoras, cognitivas e de interação social) para o desempenho das atividades do cotidiano. Caso esse objetivo não possa ser atingido, o terapeuta modifica a atividade e o ambiente mitigando as dificuldades e favorecendo o desempenho, mesmo diante das limitações provocadas pela doença.
Por trabalhar com as atividades como meio e como finalidade da sua intervenção, na maioria das vezes, você verá o terapeuta ocupacional intervindo no momento e no ambiente que elas acontecem".

Em tempo
As inscrições para o Processo Seletivo das Residências Médica e Multiprofissional 2022 acontecem de 20/10 a 27/10/2021. A prova será realizada no dia 15/11/2021, no campus do Fundão.
Veja no Edital o número de vagas para Terapia Ocupacional.

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 244 leitos, com potencial para até 350 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.