Coronavírus: Radioterapia do HUCFF retoma o atendimento

images 1O Serviço de Radioterapia do Hospital do Fundão retoma o atendimento amanhã (17/03), conforme previsto

O Serviço teve sua demanda pausada por 7 dias, pois, um dos funcionários que trabalha no setor testou positivo para o novo coronavírus e conforme protocolo, todas as pessoas que tiveram contato com ele também permaneceram em observação domiciliar por uma semana. O funcionário em questão não teve contato com pacientes.

Mais leitos

Como parte do planejamento da Secretaria de Estado de Saúde, cerca de 10 novos leitos serão providenciados no HUCFF. A intenção é que este número chegue a 100 novos leitos na unidade.

Rotina no HUCFF segue normal

Os atendimentos nas unidades de saúde da UFRJ estão sendo adaptados diariamente. Tanto a parte Administrativa quanto a Assistencial do Hospital do Fundão seguem sua rotina, porém, algumas mudanças foram necessárias para a adaptação da situação no momento como, por exemplo, o Centro Cirúrgico do Hospital que reduziu suas salas e está avaliando, diariamente, o mapa cirúrgico do dia seguinte, com a intenção de seguir a orientação da Secretaria Estadual de Saúde que sugeriu a suspensão de procedimentos cirúrgicos eletivos nos hospitais gerais públicos e universitários.

Por determinação da Reitoria e da Direção Geral do HUCFF estão suspensos treinamentos, cursos, eventos, férias e viagens até segunda ordem. Quem estiver retornando de viagem ficará em isolamento domiciliar produtivo por, pelo menos, 7 dias.

As alterações relacionadas à visita aos pacientes do HUCFF e aos acompanhantes estão sendo revistas. Aos pacientes com diagnóstico positivo para Coronavírus já é proibida a visitação.

Hospital do Fundão não é receptor primário em casos suspeitos de Coronavírus

Por ser um hospital de média e alta complexidade, a Emergência do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF/UFRJ) - Hospital do Fundão, como é conhecido - é restrita, desde a década de 90, aos pacientes referenciados na unidade e, por isso, não atende demanda espontânea, que é aquela que se refere a atendimentos não programados na unidade de saúde. Sendo assim, a Unidade não faz o teste para detectar Coronavírus.

O Hospital do Fundão vai atender apenas casos encaminhados pela Secretaria de Estado de Saúde e já separou três leitos de isolamento para isto. Pessoas que estejam com algum sintoma – febre, dificuldade para respirar, tosse, coriza, dor de garganta - devem ir para casa e permanecer em observação e isolamento. Caso os sintomas persistam ou agravem, devem procurar atendimento em alguma Unidade primária de saúde, onde vão receber orientação se é necessário passar pelo teste e onde ele deve ser feito.

Como localizar a Unidade primária de saúde mais próxima de sua residência

Acesse – www.rio.rj.gov.br/web/sms/onde-ser-atendido - e coloque seu endereço no local indicado utilize o CEP da sua residência. Caso você não more no Rio de Janeiro, procure uma Unidade Básica de Saúde (UBS) próxima de sua residência.

Em caso de dúvidas, ligue para 136, o número do Disque Saúde do Governo Federal, ou acesse os sites coronavirus.ufrj.br ou www.saude.gov.br.

Recomendações da UFRJ

Com o aumento do número de casos da Covid 19 no Brasil e a classificação da Organização Mundial da Sáude (OMS) como pandemia mundial é natural a preocupação de todos com o ambiente de trabalho. Para isto a UFRJ fez recomendações complementares acerca do assunto que podem ser lidar na íntegra aqui - https://ufrj.br/noticia/2020/03/15/ufrj-faz-recomendacoes-complementares-acerca-do-novo-coronavirus

O que podemos fazer?

Neste momento, é importante que cada um de nós atue com tranquilidade e responsabilidade de maneira a prevenir e conter o avanço da transmissão do COVID-19.
Portanto, é imprescindível que todos adotem as ações preventivas diárias:
- Lavar frequentemente as mãos com água e sabonete
- Alternativamente, higienizar as mãos com álcool em gel
- Cobrir com lenço de papel o nariz e a boca ao espirrar ou tossir
- Evitar tocar o rosto com as mãos não lavadas
- Evitar aglomerações, dando preferência à realização de reuniões virtuais
- Manter os ambientes bem ventilados
- Não compartilhar objetos pessoais
- Buscar o serviço de saúde, quando apresentar sintomas severos compatíveis com o COVID-19, como febre, tosse e/ou dificuldade para respirar.
Para mais detalhes sobre as recomendações acima e outras informações relacionadas ao COVID-19, acesse o site https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus ou baixe o aplicativo Coronavirus - SUS, disponível nos sistemas iOS e Android.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 244 leitos, com potencial para até 350 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.