Ano Novo, Vida Nova!

2018.01.02 Pós jacadaO velho ditado faz todo sentido quando o assunto é repensar os hábitos alimentares e as mudanças de estilo de vida! Estabeleça metas e tente cumpri-las, porém esqueça aquelas metas inatingíveis que só geram frustração. Exagerou nos festejos de fim de ano? Nem tudo está perdido! Todo dia é dia de recomeçar!

O processo de destoxificação é fisiológico, acontece no fígado, de maneira contínua, é bastante complexo e não depende de um alimento ou suco milagroso. Mas nossos hábitos alimentares e de estilo de vida podem interferir nesse processo.

Abaixo algumas dicas importantes para começar o ano bem:

  • Beba bastante água, se você “esquece” disso ao longo do dia, você pode baixar aplicativos de celulares que servem como lembretes para garantir a hidratação adequada! A hidratação é fundamental para a destoxificação.
  • Como já foi dito aqui em outras publicações, evite alimentos ultraprocessados (embutidos, enlatados, refrigerantes, sucos artificiais)! O excesso de aditivos químicos e açúcares nesses alimentos, sobrecarregam o processo de destoxificação, além de inúmeros problemas para sua saúde
  • Consuma diariamente frutas e hortaliças. Elas contêm fibras, vitaminas, minerais e compostos fitoquímicos que são importantes no processo de destoxificação.Sempre que for possível, prefira os orgânicos. As crucíferas (brócolis, repolho, couve-flor, couve manteiga) são grandes aliados neste processo!
  • Inclua diariamente oleaginosas (castanha do Pará, nozes, castanha de caju, amendôas e amendoins) na sua alimentação, elas são muito vendidas nessa época do ano e são excelentes fontes de antioxidantes, essenciais neste processo. Só não exagere na quantidade! Uma 1 castanha de Pará por dia, por exemplo, é o suficiente. As demais oleaginosas devem ser consumidas sem exageros.
  • Evite o excesso de álcool! Ele atrapalha todo o processo de destoxificação, sobrecarregando o fígado! Dê preferência ao vinho tinto seco, mas ainda assim consuma com moderação e intercale sempre com a ingestão de água!
  • As frutas da estação são mais nutritivas e tem menos agrotóxicos dos que as consumidas fora de época! As frutas avermelhadas e arroxeadas são muito ricas em antioxidantes, também importantes para a destoxificação, como ameixas vermelhas, framboesa, cerejas e uvas! O ideal é ingerir as frutas in natura, porém quando não for possível consuma na forma de sucos.

Quer saber quais são as frutas de janeiro? São elas abacaxi, carambola, coco verde, figo, framboesa, fruta do conde, laranja-pera, limão, mamão, maracujá, melancia, nectarina, uva; goiaba.

Participaram Tatiana de Paula e Elizabete Goes, ambas nutricionista do Serviço de Nutrição e Dietética do HUCFF.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.