Cozinha do HUCFF é reinaugurada

IMG 7704 reduzida

Fechada desde 2012 devido a inadequações estruturais, a cozinha do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) foi reinaugurada oficialmente nesta segunda-feira, dia 23. O evento reuniu a direção-geral, diretores de divisão e as equipes técnicas e médicas da unidade, que conheceram as novas instalações e equipamentos do local onde, a partir de agora, serão preparadas todas as refeições dos pacientes, do desjejum à ceia.

As novas instalações da cozinha reúnem ambientes climatizados como as salas de nutrição, de preparo para pequenas refeições, saladas, frutas e carnes. Além disso, quatro câmaras frigoríficas armazenam carnes, laticínios, frutas e legumes e comidas pré-preparadas. Áreas para estoque de alimentos, para a lavagem de bandejas e entradas e saídas exclusivas para recebimento de mercadoria e lixo também compõem o setor reinaugurado.

“Nossa intenção é sempre crescer e melhorar a assistência aos pacientes. Com esse novo espaço, poderemos fazer as refeições na casa. Assim, os alimentos não perderão a palatividade ou características nutricionais. Vamos lançar novas receitas no cardápio dos pacientes em parceria com especialistas do Instituto de Nutrição Josué de Castro/UFRJ, doutoras Glória Valéria da Veiga, Glorimar Rosa, Wilza Arantes e Avany Fernandes”, destaca Katia Verônica Rodrigues S. Barbosa, chefe do serviço de Nutrição e Dietética.

 

IMG 7702 reduzida

Com a reabertura da cozinha, o HUCFF deixa de lidar com os entraves impostos quando as refeições eram transportadas, tais como: qualidade e horário das entregas. “Estamos muito felizes com essa reinauguração e fazemos votos que a qualidade do atendimento aos nossos pacientes melhore cada vez mais”, comemora Roseli Barbosa da Costa, diretora da Divisão de Apoio Assistencial (DAA).

Em breve, a nova cozinha do Clementino também terá uma cozinha experimental para alunos e profissionais do curso de Nutrição e Dietética, que vão preparar refeições especiais para pacientes celíacos, hipertensos, renais, diabéticos e outros que necessitam de refeições diferenciadas.

IMG 7695 reduzida

“Hoje temos uma cozinha funcionante, limpa, adequada e queremos mais. Entre os nossos planos futuros estão um promover cursos de culinária para familiares dos pacientes que necessitam de alimentação especial e a reabertura do restaurante para funcionários, alunos e visitantes do HUCFF. Estamos lutando para que aconteça em breve”, sinaliza Eduardo Côrtes, diretor-geral.

Os custos com a reforma da nova cozinha do HUCFF foram arcados pela empresa licitada especializada em refeições coletivas.