Neurocirurgia do HUCFF aumenta número de atendimentos em 2016

Planejamento e otimização de recursos são, nas palavras do chefe do Serviço de Neurocirurgia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), Dr. Carlos Lima, os responsáveis pelos bons números de 2016. Em comparação com o ano de 2015, houve um crescimento de cerca de 10% do número de cirurgias realizadas, de 204 para 225. “Considerando que temos apenas quatro leitos destinados à especialidade , é uma grande vitória! Nosso objetivo para 2017 é chegar a 300 cirurgias, número exigido pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e pelo MEC para manutenção do programa de residência médica”, explica ele que ainda ressalta como conquistas de 2016 o aumento da participação em congressos internacionais, a recomposição da residência, a reorganização dos ambulatórios e a realização de um curso internacional sobre técnicas cirúrgicas avançadas para o tratamento de patologias da coluna vertebral, do qual participaram médicos de diversas partes do país e professores convidados do país e do exterior. Uma nova edição do curso ocorrerá em abril de 2017, no anatômico do Centro de Ciências da Saúde (CCS).

O perfil dos pacientes continua sendo o de portadores de patologias na coluna, “uma predominância não só aqui, mas de forma geral na população”, explica o neurocirurgião. No que se refere às cirurgias, ele destaca a diminuição das reoperações, o aumento das intervenções neurovasculares a partir da aquisição de um microscópio Zeiss/Pentero, comprado graças às emendas parlamentares destinadas ao hospital, e redução do tempo de internação hospitalar. “Assim, conseguimos ser mais efetivos a despeito do número restrito de leitos”, explica.

Outro ponto levantado pelo Dr. Carlos Lima foi a gestão de suprimentos. O serviço se mantém em contato permanente com o almoxarifado para otimizar a realização dos pedidos e evitar as compras emergenciais. “No último dia 7 de fevereiro foi realizado o primeiro processo licitatório do Serviço de Neurocirurgia, contemplando todos os itens necessários para seu funcionamento. Atualmente, temos comprado pouca coisa emergencial, o que também representa uma economia para o HUCFF, já que esse tipo de compra é sempre mais cara do que a licitada”, enfatiza.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.