Direção do HUCFF homenageia funcionárias que estão se aposentando

Nesta sexta-feira (3), duas servidoras do Hospital que estão se aposentando receberam homenagem do diretor, Profº Eduardo Côrtes, pelos anos de serviços prestados.

A enfermeira Esther Francisca da Silva se despede do HUCFF após 38 anos de dedicação e cuidados dos pacientes, 30 deles, trabalhando no setor de doenças infecciosas. “É uma vida. Mesmo diante das dificuldades, tive a sorte de trabalhar com uma equipe maravilhosa por anos”, destacou Esther.

IMG 4175 para o site

O Prof. Eduardo Côrtes parabenizou Esther dizendo que a profissional é um exemplo a ser seguido pelas novas gerações de enfermeiras: “Desejo a quem está começando nessa profissão que a emoção e amor aos cuidados com os pacientes nunca sejam perdidos”, completou.

Após 30 anos de serviços prestados ao Serviço de Ginecologia do HUCCF, a profª Juraci Ghiaroni se aposenta e celebra o legado deixado ao ensino da área. “Minha história com a UFRJ e HUCFF tem 39 anos. Me formei, fiz residência e dediquei três décadas de serviços aqui”, comemora.

IMG 4187 para o site

O diretor do HUCFF parabenizou a carreira da Profª Juraci e o trabalho realizado com os futuros ginecologistas. “A instituição tem muito a agradecer aos profissionais que se doam ao serviço e às gerações de alunos que são treinados aqui”, disse.

Diretora da Divisão Médica do HUCFF comemora aniversário

A Diretora da Divisão Médica e diretora-geral substituta do HUCFF, Drª Miriam Maia, foi homenageada com uma confraternização pelo dia de seu aniversário.

confraternização

Serviço de DIP e Clínica Médica promovem debate sobre febre amarela no HUCFF

Para debater sobre a febre amarela, o Serviço de Doenças Infecto-Parasitárias (DIP) e a Clínica Médica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) realizam um debate sobre o tema. O evento acontece no próximo dia 23, às 10h30, no auditório Alice Rosa. Confira abaixo a programação:

  • Alexandre Otávio Chieppe, da secretaria estadual de saúde: Epidemiologia da febre amarela no estado do Rio de Janeiro
  • Alberto Chebabo, do Serviço de DIP do HUCFF: Apresentações clínicas
  • Professor Celso Ramos Filho: Vacina da febre amarela
  • Marta Cavalcanti, chefe do Serviço de DIP do HUCFF: Fluxo de atendimento e manejo clínico no HUCFF

Seminário sobre tuberculose no HUCFF

No próximo dia 24, o Instituto de Doenças do Tórax realiza o Seminário “Há tuberculose neste hospital?” As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local. O evento acontece das 8h30 às 12h30, no auditório Halley Pacheco. Segue a programação:

Horário

Atividade

Palestrante

8h30 – 9h

Abertura

9h -9h30

Contexto mundial da tuberculose

Enfo. Ms. Fernando Sanches (IDT/UFRJ)

9h30 – 10h10

Expansão da estratégia Saúde Família e o Modelo de Atenção à tuberculose em Unidades de Saúde do Complexo da Maré/RJ

Enfa. Profa. Dra. Daniele Galdino (UNIRIO)

10h10 – 10h50

Ambulatório Newton Bethlem – estratégias do atender / cuidar

Enfa. Ms. Janaína Leung (IDT/UFRJ)

10h50 – 11h

Relato de experiência: Como é estar com tuberculose

Paciente

11h – 11h20

Coffee Break

11h20 – 12h10

PCTH – Estratégias para a Biossegurança

Dr. Paulo Albuquerque (IDT/UFRJ)

12h10 – 12h30

Encerramento

Confira a programação da Jornada de Álcool e Tabaco

Antecipando em dois dias a data comemorativa do Dia Mundial da Saúde, o Núcleo de Estudos e Tratamento do Tabagismo (HUCFF) e o Serviço de Psiquiatria e Psicologia Médica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) realizam, no próximo dia 5, a Jornada sobre álcool e tabaco. As inscrições são limitadas e devem ser feitas pelo email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Confira abaixo a programação.

Horário

Atividade

Tema

Professor

8h15 – 8h30

Abertura

Prof. Eduardo Côrtes – Diretor Geral do HUCFF/UFRJ

Profª. Fernanda Mello – Diretora Geral do IDT/UFRJ

8h30 – 9h10

Conferencista

Política Nacional sobre o álcool

Dra. Renata Vargens – CITRAD & Saint Romain

Mesa 1

Moderador

Epidemiologia, riscos, avaliação e intervenção breve

Prof. Marco Antonio Brasil – HUCFF/UFRJ

9h10 – 9h30

1ª Palestra

Epidemiologia & riscos à saúde no consumo de álcool

Dr. Alberto Araújo – NETT/IDT/HU - UFRJ

9h30 – 9h50

2ª Palestra

Estratégia da saúde da família na abordagem ao uso de álcool

Dr. Hélio Rocha – UNIGRANRIO & NASF 2.2

9h50 – 10h10

3ª Palestra

Intervenção breve para o consumo de álcool

Profª. Ângela Abre – EEAN/URFJ

10h10 – 10h30

Debate

10h30 – 10h45

Intervalo

Mesa 2

Moderador

Os desafios do tabagismo e sua interação com o álcool

Dr. Alexandre Schreiner – CPST/UFRJ

10h45 – 11h15

4ª Palestra

Os desafios do cigarro eletrônico e narguilé

Dr. Ricardo Meirelles – H.E Ary Parreiras

11h15 – 11h45

5ª Palestra

Influência do consumo de álcool no tratamento do tabagismo

Dra. Carolina Costa – NETT/UFRJ

11h45 – 12h

Debate

 

 

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.