25 anos de Residência Médica em Neurocirurgia

Neurocirurgia Equipe newsO programa de residência médica em neurocirurgia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) completa 25 anos com importantes conquistas que promovem a qualidade no treinamento e a formação prática e teórica de especialistas de casos de alta complexidade em tratamento de doenças vinculadas ao sistema nervoso central e periférico.

Com o objetivo de promover uma formação aprofundada na área, o programa é considerado o "padrão ouro" da especialização médica por ser realizada no período de até 5 anos sob a orientação de renomados médicos de elevada qualificação ética e profissional, o que contribui para a capacitação, o desenvolvimento e a execução de programas de assistência, ensino e pesquisa em todas as áreas de abrangência da neurocirurgia.

 De acordo com Cesar Andraus, neurocirurgião e coordenador do programa de residência medica da unidade hospitalar, o programa faz parte de um excelente campo de treinamento por ampliar e estimular o ensino, estimular o estágio em território nacional e internacional, dar continuidade ao trabalho de pesquisa, entre outros. Por isso, o coordenador afirma que o programa se empenha para prestar um serviço qualificado e motivado a receber novos médicos graduados e transformá-los em grandes cirurgiões.

Apesar das inúmeras dificuldades enfrentadas diariamente, como o número reduzido de leitos, a falta de vagas no CTI e agendamento de exames pré-operatórios, os residentes também vestem a camisa do HUCFF e se empenham junto juntamente com a equipe médica do serviço e a Direção Geral do Hospital para que uma série de medidas sejam tomadas diariamente para o bom funcionamento da Neurocirurgia, entre as conquistas mais recentes: o reparo do neuronavegador e do sistema de transmissão de imagem do microscópio, aquisição do Arco Estereotáxico, microscópio cirúrgico e Drill Pneumático, entre outros que oferecem mais segurança para o paciente, impacto no expertise da equipe de Neurocirurgia e qualidade no resultado final.

Ressaca de Carnaval

news ressaca

Os excessos durante o carnaval podem comprometer o bem-estar da população e ainda gerar muitos reflexos que podem prejudicar a saúde e volta a rotina profissional. Pensando nisso, o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) listou algumas dicas de recuperação da ressaca após a folia.

 

1.Adote hábitos mais saudáveis por meio de uma alimentação equilibrada com ingestão de frutas, verduras e legumes;

 

2. Hidrate-se! A água, a água de Coco e os sucos de frutas naturais, sem adição de açúcar, auxiliam na hidratação do corpo;

3. Pratique atividades físicas como caminhadas leves e moderadas para combater as dores musculares;

4. Além disso, compressas de gelo e água quente também são ótimas opções para aliviar as dores nas costas e nas pernas.

5. Repousar é essencial para recarregar as energias. Descanse e relaxe para voltar ao trabalho com pique total.

 

Dia Nacional da Mamografia

mamografia

No Brasil, as taxas de mortalidade pelo câncer de mama continuam elevadas porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da realização de exames para detecção precoce e combate à doença, o dia 5 de fevereiro foi instituído há dois anos, como o Dia Nacional da Mamografia.
De acordo com a radiologista do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), Flávia Saez, a mamografia é considerada a melhor técnica para diagnosticar câncer de mama em mulheres acima de 40 anos por se tratar de uma radiografia especializada em detecção de alterações na mama.

O Câncer de Mama

O câncer de mama é causado pela multiplicação anormal das células da mama, que formam um tumor maligno e apresenta sintomas como a secreção no mamilo e nódulo (caroço) endurecido e fixo no seio, palpáveis na axila e no pescoço, além de alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos ou retrações, inclusive no mamilo, ou aspecto semelhante à casca de laranja. Segundo o Ministério da Saúde, as formas mais eficazes para detecção precoce do câncer de mama são o exame clínico da mama e a mamografia.

Fatores de risco
Entre os principais fatores de risco da doença estão: histórico familiar, idade, menstruação precoce, menopausa tardia, reposição hormonal, colesterol alto, obesidade, lesões de risco na mama e não ter filhos.

Tratamento

O tratamento varia de acordo com a extensão da doença, suas características biológicas e condições do paciente, como idade, status menopausal, comorbidades e preferências. As modalidades de tratamento do câncer de mama podem ser divididas em: tratamento local, ou seja, cirurgia e radioterapia ou tratamento sistêmico que é realizado por meio de quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica.

Prevenção

Ter uma qualidade de vida saudável e evitar a obesidade por meio da prática regular de exercícios físicos, é uma recomendação básica para prevenir o câncer de mama, já que o excesso de peso aumenta o risco de desenvolver a doença. A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada, é contra-indicada, pois é fator de risco para esse tipo de tumor, assim como a exposição a radiações ionizantes em idade inferior aos 35 anos.

 

Curso de Psicologia Hospitalar 2015

psicologia hospitalarEstão abertas até o dia 19/02, as inscrições para a 4ª turma do Curso de Especialização em Psicologia Hospitalar, no Hospital da UFRJ. Para fazer a inscrição, o candidato deverá enviar seu Currículo para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , de acordo com o formato em anexo no edital. Trata-se de um curso de natureza técnico-profissional e teórico-prático, de modalidade presencial, tendo os psicólogos como público-alvo.

Objetivo do Curso
1. Apresentar o hospital geral como campo de atuação do psicólogo;

2. Capacitar o profissional para responder de modo eficaz as demandas de saúde mental nas diferentes situações vividas na dinâmica do hospital geral, seja na enfermaria, no ambulatório, nas unidades intensivas, nos programas especiais, além das emergências;

3. Desenvolver competências para o trabalho interdisciplinar em equipe multiprofissional.

Período
Início do curso: 02/03/2015
Término do curso: 29/02/2016
Duração do curso: 12 meses
Valor da mensalidade: R$ 650

Atenção: A carga horária total é de 506 horas e carga horária semanal de 12 horas distribuídas em dois ou três dias na semana, dependendo o campo de prática em que o aluno estiver inserido. Mais informações sobre o curso e o processo seletivo no edital http://www.hucff.ufrj.br/psiquiatria/cursos.

 

Combate e Prevenção à Hanseníase

news 46O Dia Mundial de Combate e Prevenção à Hanseníase é comemorado em 24 de janeiro como um alerta para o diagnóstico precoce e divulgação do tratamento que é oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF/UFRJ) é um centro de referência em diagnóstico, tratamento e reabilitação de portadores de hanseníase e possui um programa multidisciplinar de reabilitação da doença que atende cerca de 100 pacientes por mês por meio de uma equipe qualificada de professores, técnicos e alunos dos serviços de Dermatologia, Fisioterapia, Terapia ocupacional, Ortopedia e Serviço Social.

De acordo com a dermatologista do hospital, dr. Maria Leide, a doença afeta predominantemente a pele e nervos periféricos, tendo como sintoma principal a dormência nas extremidades (pés e mãos) e ou em áreas da pele, com ou sem manchas esbranquiçadas ou avermelhadas. Além disso, é de extrema importância identificar precocemente a doença, pois quanto mais cedo for a descoberta e o tratamento mais fácil será a cura, além de evitar as sequelas físicas e sociais.

Sobre a doença
Causada por um bacilo denominado Mycobacterium leprae, a doença é infecciosa e contagiosa, não é hereditária e sua evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa que foi infectada.

Prevenção
A prevenção pode ser realizada por meio do exame dermato-neurológico e aplicação da vacina BCG nas pessoas que moram com um portador da doença.

Sintomas
Os principais sintomas são: sensação de formigamento, manchas brancas ou avermelhadas, dormência ou fisgada nas extremidades, perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato, redução da força muscular, entre outros.

Tratamento
A hanseníase tem cura e o tratamento é conhecido como a poliquimioterapia, realizado pela ingestão de dois ou três medicamentos via oral.

 

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.