Obras na entrada da Triagem

triagem news

O setor de Triagem, um dos principais acessos ao Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), está passando por uma ampla reforma. No local, a laje está sendo impermeabilizada para evitar novas infiltrações e, quandofinalizada esta etapa, será feita a pintura do teto.

De acordo com o Serviço de Engenharia do HUCFF, essa obra é essencial para a recuperação da infraestrutura do prédio. Além disso, os problemas apresentados nesse local ofereciamrisco às pessoas que passavam por ali. Para garantir o acesso à Triagem para as cerca de mil pessoas que circulam pelo local diariamente, o Serviço de Engenharia criou um corredor de circulação.

A direção do HUCFF pede a compreensão de todos pelo transtorno durante o período de obras e  reforça que essa é mais uma ação para oferecer qualidade, conforto e dignidade aos pacientes e profissionais de saúde do Hospital.

 

Serviço de Endocrinologia seleciona mulheres para pesquisa

Banner site HU 550 cópia

Diabetes Mellitus: cuidados, sintomas e prevenção

glicose-newsEm contínuo crescimento no mundo, o diabetes mellitus é uma doença crônica que apresenta quase 12 milhões de casos somente no Brasil. A doença, no entanto, trata-se de uma condição em que há acúmulo de glicose na corrente sanguínea, o que pode lesar vasos sanguíneos e órgãos como os rins e os olhos. Os principais sintomas clínicos são o aumento da sede e da vontade de urinar, perda de peso, muita fome, visão embaçada, cansaço e demora na cicatrização de machucados. No entanto, de acordo com o endocrinologista do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho dr. Ivan Cruz, a doença pode não apresentar sintomas em alguns casos. Por esse motivo, é importante que pessoas que possuem mais de 40 anos realizem, com frequência, exames de sangue e teste de tolerância oral a glicose.

1. Quais são os tipos de diabetes e seus sintomas mais comuns?
R: O diabetes do Tipo 1 é considerado o defeito do sistema imunológico, que faz com que os anticorpos ataquem as células que produzem a insulina, que ocorre em cerca de 5 a 10% da população; já o Tipo 2 trata-se da combinação de dois fatores: a diminuição da secreção de insulina e um defeito na sua ação, conhecido como resistência à insulina, 90% dos pacientes com diabetes apresentam esse tipo. Além do diabetes gestacional, que surge durante a gravidez.
Principais sintomas do diabetes tipo 1:
• vontade de urinar diversas vezes
• fome frequente
• sede constante
• perda de peso
• fraqueza
• fadiga
• nervosismo
• mudanças de humor
• náusea e vômito.

Principais sintomas do diabetes tipo 2:
• infecções frequentes
• alteração visual (visão embaçada)
• dificuldade na cicatrização de feridas
• formigamento nos pés e furúnculos.

2. Quais os fatores que mais contribuem para um maior número de diabéticos?
R:Quase 60% dos casos de diabetes Tipo 2 poderiam ser prevenidos com controle de peso, ajuste da dieta e prática de exercícios. Alimentar-se bem é essencial para controlar e prevenir a doença.

3. Como prevenir a doença?
R:Montar um bom plano alimentar, orientado por um profissional da saúde, é parte fundamental da prevenção e tratamento. E, atenção! Histórico familiar de diabetes, estar acima do peso, colesterol alto e hipertensão são grandes indicativos que uma pessoa virá a desenvolver o diabetes Tipo 2.

4. Quais são os principais fatores de risco da doença?

R:A maioria dos diabéticos não apresenta sintomas na fase inicial. Entretanto, a principal causa que leva à amputação é a falta de acompanhamento médico seguido de tratamento adequado. Os principais fatores de risco são: mulheres com diabetes gestacional ou que tiveram filhos com peso alto, com histórico da doença na família, sobrepeso e pessoas com diagnóstico que não seguem o tratamento adequado.

XI Jornada de Intercâmbio de Trabalhos de Serviço Social na área da Saúde do Estado do Rio de Janeiro discute mudanças na Previdência

serviço social

 

"As Mudanças Previdenciárias e os impactos para classe Trabalhadora", esse foi o tema principal XI Jornada de Intercâmbio de Trabalhos de Serviço Social na área da Saúde do Estado do Rio de Janeiro, realizado no dia 13 de julho no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF). Para o diretor do HUCFF, Eduardo Côrtes, o evento, que contou com a participação de aproximadamente 200 pessoas, é um espaço importante para a troca de experiências entre os profissionais.

"O evento é prova do esforço da comunidade na luta para não deixar cair a qualidade ao atendimento ao com o paciente e na formação dos alunos", destacou Eduardo Côrtes.

A chefe do Serviço Social da unidade hospitalar, Cândida Maria de Souza, explica que o encontro é um momento de articulação dos assistentes sociais, quando aproximam a teoria da prática. Neste ano, o debate foi sobre as mudanças propostas pelo governo na Previdência.
"Centramos nossa pauta na sinergia entre a teoria e a prática para que os profissionais saibam lidar com as mudanças e possam trabalhar com as medidas resolutivas", disse Cândida.

Juntamente foi realizada a IV mostra de Produção Técnico-Científica da Residência Multiprofissional em Saúde, na qual foram apresentados cerca de 20 trabalhos orais e oito em forma de pôster. Merecem destaque os trabalhos sobre o Direito do Acompanhamento de Crianças Hospitalizadas e a Inserção do Serviço Social no Processo de Transexuais.

Trabalho multidisciplinar com pacientes da Oncologia é destaque no HUCFF


fisio2

Os pacientes do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) diagnosticados com câncer contam desde o mês de janeiro com um Ambulatório de Fisioterapia em Oncologia. Trata-se de um centro de terapia complexa com atendimento multidisciplinar para acompanhamento pré e pós-operatórios destes pacientes. O objetivo do serviço é restabelecer funções das pessoas em tratamento e suas atividades normais por meio de orientação para a realização de exercícios domiciliares diários e acompanhamento regular na unidade hospitalar.
Patrícia Costa, 45 anos, paciente da mastologia, elogia o tratamento recebido pelos profissionais do Ambulatório de Fisioterapia em Oncologia. Curada de um câncer de mama, a paciente recuperou o movimento dos braços depois de um mês de exercícios ortopédicos e de fisioterapia.
"Voltar a realizar as atividades do dia a dia foi uma grande conquista", comemora Patrícia.
As fisioterapeutas Aíssa Amaral e Bianca Rincon explicam que além de atender a política nacional, o tratamento realizado no ambulatório de fisioterapia em oncologia é essencial por ser capaz de dar qualidade de vida aos pacientes que chegam ao hospital sem expectativa de retorno às atividades normais. Eles lembram ainda, que os exercícios ajudam na prevenção de sequelas e complicações domiciliares.

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.