Serviço de Saúde do Trabalhador

Equipe Multiprofissional

• Chefia: Laura Gomes Barreto
• Substituta: Sandra Batista da Silva Martins
• Médicos: Dinorah Barbosa Rodrigues Abdemun, Renata Aparecida Cordeiro Serra e Renato de Siervi Ferreira Álvares
• Enfermagem: Vanessa Cristina da Silva e Jéssica Freitas Brailko
• Psicologia: Rosenéa Alves Rangel
• Serviço Social: Cleide Augusto da Silva
• Fonaudiologia: Daniela Schuewk de Aguiar Russo
• Pedagogo: Carla Goia Vasco
• Administrativos: Andréia Luciana Lanza Gomes e Beatriz Ferreira Matias de Souza
• Mensageiros: Roberto Luiz Spencer Soares de Almeida e Tereza Carlos dos Santos

Local e Horário de Atendimento
SESAT/ DRH/ HUCFF/ UFRJ 10º Andar / 10F
De segunda a sexta de 7h as 15h
Público alvo: funcionários regidos pelo RJU, Extrasquadros e terceirizados 
Contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

ROTINAS DE TRABALHO E CRITÉRIOS PARA ATENDIMENTO

1. Dosimetria
• Recebimento, distribuição, controle e acompanhamento de dosagem dos dosímetros utilizados pelos trabalhadores que estão envolvidos com ionizantes. Qualquer incidente com este tipo de material precisa ser comunicado ao COTAR X e ao SESAT para acompanhamento.

2. Acolhimento
• É um serviço diferenciado ofertado aos trabalhadores que procuram o SESAT para atendimento médico;
• Este serviço é realizado por integrantes da Equipe Multidisciplinar do SESAT e tem como objetivo a visão holística do profissional assistido.

3. Atendimento de acidente biológico e físico
3.1 Acidentes biológicos - Os acidentes com material perfuro-cortantes deverão ser controlados pelo SESAT, o público alvo são funcionários RJU, extraquadros, terceirizados, odontologia, residentes e alunos.
• Fonte Conhecida: coletar 02 (Duas) amostras sanguíneas em tubo gel do paciente-fonte. Identificar com o nome do paciente e Nº do prontuário.
Levar as 2 (duas) amostras do sangue coletado e o prontuário do paciente ao SESAT, onde também será coletado sangue do acidentado e o preenchimento dos formulários pertinentes;
• Fonte Desconhecida: comparecer ao SESAT para coleta de sangue do acidentado e o preenchimento dos formulários pertinentes, após estes procedimentos será encaminhado à DIP para orientações profiláticas.
Atenção - Após este horário, final de semana e feriado, dirigir-se ao serviço de DIP no 5º andar para todos os procedimentos acima citado, comparecendo ao SESAT no 1ºdia útil subsequente.
3.2. Acidentes Físicos - Os acidentes físicos são todos os eventos que causem danos integridade física do trabalhador no exercício de suas atividades profissionais ou no percurso entre a residência e o local de trabalho ou vice-versa. Todo acidente físico deverá ser comunicado ao SESAT para orientação e/ou providências.
• RJU - O SESAT só lavrará o CAS sem perda, ou seja, sem afastamento, os documentos com afastamento deverão ser encaminhados ao CPST em 4 (quatro) vias;
• Extraquadros - O SESAT atenderá os acidentes ocorridos, mas deverão imprimir o CAT no site do INSS para dar entrada no acidente de trabalho, sendo preenchido corretamente e assinado pela chefia imediata ou liderança do dia;
• Terceirizados - O SESAT atenderá os acidentes ocorridos, mas deverão comunicar a empresa contratante para que sejam providenciadas as medidas junto ao INSS.

4. Urgências Médicas
• Todo trabalhador poderá dispor deste serviço desde que não esteja licenciado pela CPST, após o atendimento médico a equipe de enfermagem estará capacitada a proceder as orientações médicas prescritas na folha de atendimento.

5. Consultas Eletivas
• Poderão ser agendadas na recepção do SESAT consultas para alguns serviços médicos especializados, após avaliação do médico do SESAT, são eles: dermatologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, gastroenterologia, psiquiatria, ortopedia, cirurgia plástica, cirurgia geral, vascular, hepatologia, fisioterapia, hematologia e endocrinologia. Outros serviços médicos dependem da avaliação do médico especialista.

6. Avaliação de Capacidade Laborativa
• RJU - Em ocorrências na qual o funcionário precise de atendimento médico, deverá comparecer no SESAT, onde poderá ser afastado, conforme parecer médico, por até 4 dias. O atestado (com CID) deverá ser entregue a sua chefia, que o enviará ao DRH por CAD, caso a incapacidade laborativa se estenda por mais de 4 (quatro) dias/mês, o funcionário será encaminhado a CPST. O servidor tem o prazo legal de 4 (quatro) dias úteis, a contar do primeiro dia de falta, para comparecer CPST ou se fazer representar por atestado médico, se este prazo for ultrapassado, será necessário um processo para abono de faltas. Ficarão a cargo do próprio servidor as faltas decorrentes do seu não comparecimento por ocasião das perícias agendadas pela CPST.
ATENÇÃO: No período de 1 ano a contar do primeiro atestado médico o servidor só poderá entregar diretamente à sua chefia até 15 (quinze) dias de afastamento ininterrupto ou não e independentemente do CID. Após este período todo afastamento deverá ser encaminhado ao CPST.
• Extraquadro - Em ocorrências na qual o funcionário precise de atendimento médico, deverá comparecer no SESAT, onde poderá ser afastado, conforme parecer médico, por até 15 dias. O atestado deverá ser entregue a sua chefia, que o enviará ao DRH, caso a incapacidade laborativa se estenda por mais de 15 (quinze) dias/mês, o funcionário será encaminhado ao INSS;
• Terceirizados - Em ocorrências na qual o funcionário precise de atendimento médico, deverá comparecer no SESAT, onde poderá ser afastado, conforme parecer médico, por até 15 dias. O atestado deverá ser entregue à empresa contratada e comunicada à chefia do setor onde presta serviço. Caso a incapacidade laborativa se estenda por mais de 15 (quinze) dias/mês, o funcionário será encaminhado INSS pela empresa contratante.


7. Exames Periódicos
• Apenas RJU e extraquadro, os terceirizados deverão realizar este procedimento na empresa contratante (exceto por solicitação da chefia imediata e autorização da direção da divisão para a qual presta serviço);
• Estes exames visam à avaliação do estado de saúde dos funcionários a fim de que sejam realizados os procedimentos necessários para a manutenção e/ou recuperação da saúde;
• Os exames periódicos são realizados conforme o tipo de atividades desenvolvidas pelo servidor;
• Os exames complementares serão solicitados a partir da faixa etária ou da identificação de riscos ocupacionais específicos ou identificações particulares identificadas pelo médico do SESAT.

8. Serviço Social e Psicologia Sócio - Funcional do SESAT/DRH
• Tem o objetivo de resgatar a cidadania e autonomia de uma população que possui papel determinante no contexto institucional, mas que também vivencia situações adversas geradas pelas dificuldades impostas a todos os segmentos da sociedade;
• Acompanhamento do funcionário dos diversos serviços do Hospital que poderá ser solicitado pelo próprio funcionário, por sua chefia, pelo DRH, pela chefia do SESAT, pelo Serviço de Acolhimento do SESAT ou pelo médico examinador;
• Acompanhamento setorial quando solicitado pela Chefia do mesmo ou para verificação de algum problema mencionado pelo DRH, mediando conflitos existentes.

9. Fonoaudiologia
• Acompanhamento do funcionário dos diversos serviços do Hospital que poderá ser solicitado pelo próprio funcionário, por sua chefia, pelo DRH, pela chefia do SESAT, pelo Serviço de Acolhimento do SESAT ou pelo médico examinador.
• Participação nos exames periódicos de setores específicos.

10. Licença para acompanhar a família (Apenas RJU)
• Ocorrerá quando for julgada pertinente, e a pessoa doente for cônjuge ou companheiro, pai, mãe, filhos e outros parentes legais, que constem nas pastas de assentamento funcional;
• Só o CPST fornece este tipo de licença, o funcionário deverá comparecer ao CPST com o Laudo Médico Pericial (LMP) em 2 (duas) vias, mediante atestado médico com referência explícita quanto à necessidade de acompanhamento pelo servidor.

LISTA DE ABREVIATURAS
HUCFF – Hospital Universitário Clementino Fraga Filho
RJU – Regime Jurídico Único
RG – Registro Geral (específico do HUCFF)
CAS - Comunicação de Acidente em Serviços
CAD - Comunicação de Afastamento por Doença
DRH – Divisão de Recursos Humanos
UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro
COTAR X - Coordenação Técnica de Assessoramento da Reitoria para Atividades com Radiações lonizantes
DIP – Doenças Infecciosas E Parasitárias
CPST – Coordenação de Políticas se Saúde do Trabalhador
CAT - Comunicação de Acidente de Trabalho
CID - Classificação Internacional de Doenças
INSS - Instituto Nacional do Seguro Social

 

 

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 244 leitos, com potencial para até 350 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.