Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP)

A Disciplina de Doenças Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ) foi criada em 23 de maio de 1925, tendo como seu primeiro chefe o Professor Carlos Chagas. O Serviço funcionou no Pavilhão Carlos Chagas, na Praça Onze, até a inauguração do Hospital Universitário. Em 1978, com a fundação do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, se transformou no Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP).
O Serviço de DIP é referência para doenças infecciosas como Aids, Malária, Dengue, Meningite, Influenza, Leptospirose, Tuberculose, Esquistossomose e demais doenças emergentes e negligenciadas.
Além dos atendimentos em doenças infecciosas, o DIP possui serviços especializados como o de Medicina de Viagem - consulta ambulatorial que aconselha e orienta aos viajantes quanto à prevenção de doenças durante as viagens - e o de Infecção em Transplante - acompanhamento do paciente antes e após o transplante de órgãos sólidos - que atua na prevenção e tratamento de infecções neste grupo de pacientes.
 
Alberto Chebabo
Chefe do Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do HUCFF

Assistência

Atende 42 especialidades médicas e 23 programas em alta complexidade. Possui um Programa de Transplante credenciado no Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde, para transplantar rim, fígado, córnea e medula óssea. Tem capacidade instalada atual de 250 leitos, com potencial para até 450 leitos ativos, na dependência do resgate de áreas não utilizadas e investimento em recursos humanos. Realiza por mês cerca de 20 mil consultas ambulatoriais, 450 cirurgias, e 700 internações.

Ensino

Recebe estudantes de graduação das diversas unidades acadêmicas da UFRJ. Por ano, oferece 200 novas vagas para o Programa de Residência Médica e 31 vagas para Residência Multiprofissional em Saúde. Campo de treinamento e formação de 1.795 alunos de graduação e pós-graduação, além de 333 residentes. A Residência Médica do HUCFF é uma das mais procuradas do país. O concurso para 2012 teve 2.230 candidatos inscritos para 206 vagas. Entre os cursos mais procurados estão o de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Pesquisa

O HUCFF abriga importantes laboratórios onde são desenvolvidas produções científicas e publicação de artigos. As recentes conquistas no setor de pesquisa são uma prova de que o hospital tem levado a sério o compromisso de garantir mais qualidade de vida a seus pacientes. É conhecido como um dos principais pólos de produção e disseminação de conhecimento saúde no estado e no país, além de conquistar crescente projeção internacional.